Sentinela

Carlos Zarur . 18 de Março, 2009


Na longa estrada tordilha

quem vem lá!


Quem vem lá?

montando uma velha vaca manca

com ancas de cristal.


Quem vem lá?

na noite de lua e de rastros

esperando que o dia nasça sem esperanças.


Quem vem lá?

envolto na névoa fria e cinza

na manhã oxigenada de medos.


Quem vem lá?

assustando minha alma imersa em mares

afogando o mais profundo e escuro nas águas verdes.


Na longa estrada tardia

quem vem lá!

© Copyright 2005-2017, Carlos Zarur. Direitos autorais reservados.