Soneto para Isabel

Carlos Zarur . 15 de Março, 2017

Você é filha do mar

Dos olhos verdes marítimos


Navega nas ondas perto das sereias

Num ondular de eterno aconchego

Ninada por mãos macias

Ergue sua sombra meiga sobre nossas existências

Benção divina e amorosamente infindável


O luar brilha em sua alma e os peixinhos cintilantes

Carregam seu ser completo em um ondular sem fim

Em cardumes sagrados – mistura de escamas e guelras

Você é filha dos queridos olhos verdes marítimos

É filha do mar!

© Copyright 2005-2017, Carlos Zarur. Direitos autorais reservados.